Tel. +55 (27) 3038-4122

News

O maior programa ambiental já realizado no Espírito Santo chega a Iúna, no Sul do Estado.  Na manhã do dia 30/03/17, foi realizada solenidade de assinatura da ordem de serviço do Sistema de Esgotamento Sanitário de Iúna – Região Caparaó, como parte do Programa de Gestão Integrada das Águas e da Paisagem, na Praça do Ginásio de Esportes, Bairro Quilombo.

É a primeira vez que o Estado desenvolve um programa de investimentos com ações integradas para uso coordenado da água, do solo e recursos relacionados ao desenvolvimento sustentável. O valor da primeira etapa das obras, coordenadas pela Companhia Espírito Santense de Saneamento (Cesan), é de R$ 52 milhões, para implantação de sistemas de esgoto em Iúna, Ibatiba, Dores do Rio Preto e Irupi, na Região do Caparaó.

O vice-governador César Colnago, ressaltou a importância do programa para os capixabas. “Estamos felizes em dar a primeira ordem de serviço de um programa que vai atender muitos moradores desta região. Além de cuidar da saúde, o saneamento possibilita o cuidado com o equilíbrio do meio ambiente e a atividade turística tão importante para o Caparaó. Além disso, estamos gerando oportunidade de emprego para os moradores neste momento difícil do cenário econômico brasileiro.”

O presidente da Cesan, Pablo Andreão, destacou que os investimentos em esgotamento na região do Caparaó vão preservar as cabeceiras dos rios Itapemirim e Itabapoana.  “Com o Programa Águas e Paisagem preservamos as nascentes que estão nas cabeceiras dos rios. Só em Iúna serão dois milhões de litros de esgoto a menos por dia sendo lançados sem tratamento no rio Pardo”, afirmou.

Estima-se ao todo a criação de cerca de 4.300 empregos diretos no setor, cerca de 2.000 empregos indiretos e 6.600 empregos gerados em outros setores da economia, devido ao aumento de gastos dos trabalhadores, totalizando cerca de 13.000 empregos.

Aproveitamento de resíduos de pedreiras de mármore para correção de acidez do solo, aplicativo paraacompanhamento de pacientes com tuberculose, sistemas de telemetria para ambulâncias, utilizaçãode Drones em aerofotometria, biomassa e biogás são algumas das 14 inovações desenvolvidas poronze micro e pequenas empresas do Espírito Santo. Os resultados dos trabalhos serão apresentadosem seminário nos dias 07 e 08 de abril, no auditório da Findes, em Vitória.
 

Em meio à crise hídrica que atinge o estado, a Companhia Espírito Santense de Saneamento (Cesan) inaugurou um novo sistema de esgotamento sanitário no município  de Vila Valério.  A entrega, realizada nesta quarta-feira (31),  contou com a presença do governador interino César Colnago; da diretora de Operação da Cesan, Sandra Sily; dos secretários estaduais de Saneamento, Habitação e Desenvolvimento Urbano (Sedurb), João Coser; e dos Transportes e Obras Públicas (Setop), Paulo Ruy Valim Carnelli; além de lideranças políticas e representantes de comunidades.

A obra da estação de tratamento de esgoto custou R$ 10,9 milhões e vai beneficiar mais de nove mil habitantes da cidade, que passam a ter disponível o serviço de coleta e tratamento do esgoto sanitário. Após a adesão dos moradores ao sistema, 864 mil litros de esgoto por dia deixarão de ser lançados sem tratamento na natureza.

A nova estação de tratamento de esgoto de Laguna (SC), município localizado 118 km ao sul da capital Florianópolis, terá capacidade para tratar o esgoto de cerca de 50 mil habitantes, mais ou menos a população hoje ali residente, segundo a estimativa do IBGE (51.562 habitantes, exatamente). O investimento é de R$ 9,979 milhões.

Um dos principais polos turísticos do litoral catarinense, Laguna recebe cerca de 150 mil visitantes durante o verão, número que deve crescer este ano devido à alta do dólar e à crise econômica, que acabam estimulando o turismo doméstico. A pressão sobre a oferta de seus serviços de saneamento básico é, portanto, crescente, num quadro já insuficiente.

Segundo dados do SNIS 2013 (Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento, do governo federal), o estudo mais recente disponível, apenas 11.637 habitantes de Laguna têm acesso a serviços de esgotamento sanitário. O serviço de abastecimento de água é bem mais abrangente, alcançando 43.979 pessoas.

Info

R. Alcides Simão Helou, 443 – CIVIT II – Serra – ES

  (27) 3038.4122

Orçamento

Faça sua solicitação de orçamento aqui.

  Clique Aqui

Área de Usuário

Folder Institucional

Faça o download do nosso folder aqui.

© 2016 Sanevix. Customização SZD

Search