Tel. +55 (27) 3038-4122

News

A SANEVIX, empresa que está realizando a obra de saneamento básico da cidade, iniciou no último dia 19, a concretagem da base  do reator  da  Estação de Tratamento do Esgoto.

Para a realização do grandioso serviço, a empresa mobilizou praticamente  todas as empresas de concreto da cidade, que trabalharam durante todo o dia. A via  de acesso à Estação de Tratamento do Esgoto também foi asfaltada recentemente.

Segundo o engenheiro responsável pela obra, Lucas Cabral  de Bessa, foram utilizados somente nessa etapa, cerca de 530 m³ de concreto. A próxima etapa será a confecção de formas para a concretagem das  paredes e divisórias da Estação de Tratamento biológico do esgoto, etapa que  também utilizará muito concreto, informou o engenheiro.

Quanto aos benefícios dessa obra, Lucas Cabral de Bessa, disse que  o esgoto in natura lançado diretamente no Rio, afeta o ecossistema local e influencia na mortandade de peixes. Os efeitos influenciam nas atividades pesqueiras e turísticas da região, sem falar na saúde pública causando prejuízos incalculáveis para o meio ambiente e para a saúde da população.

A construção da  Estação de Tratamento do Esgoto é a mais importante da obra que vai tratar 100% dos esgotos gerados no município.  Essa obra está sendo realizada com recursos do Governo Federal, através do programa PAC2 ( Plano de Aceleração do Crescimento 2), no valor de R$ 20.094.723,21, fez a terraplenagem no local e começará em breve a construção da Nova Estação Elevatória do Córrego dos Patos.

 

[Fonte: São José do Rio Pardo - SP]

Funcionando desde dezembro, a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Centro, em Macaé, já é uma realidade nos esforços da prefeitura em melhorar o sanemaneto da cidade. Fruto da Parceria Público-Privada (PPP) entre a prefeitura e a Odebrecht Ambiental, assinada no final de 2012, a ETE Centro já tratou mais de 90 milhões de litros de esgoto desde o início de sua operação.

Sem grande alarde, o primeiro módulo da ETE Centro, que recebeu trabalhos de 4 artistas do grafite local, entrou em operação ontem, depois de vários meses de obras e instalação das redes coletoras em diversos bairros da cidade.

Estação de Tratamento de Esgoto Centro recebeu pintura em grafite de artistas locais na parte externa do primeiro módulo. (Fotógrafo: Maurício Porão)

A Estação, porém, ainda espera que residências e pontos comerciais dos bairros Vale Encantado, Glória, Granja dos Cavaleiros, São Marcos, Novo Cavaleiros e Cancela Preta façam a ligação à rede já instalada para funcionar com sua capacidade total.

Através do programa “Se Liga Macaé”, a prefeitura espera que todos os moradores interliguem suas residências e pontos comerciais à rede, atendendo ao prazo de 90 dias, que termina no final deste mês.

Ampliação – Segundo a prefeitura e a Odebrecht Ambiental, a grande área em frente ao primeiro módulo está reservada para a ampliação da ETE Centro, com a construção dos outros 2 módulos, devendo funcionar com plena capacidade até 2018, de acordo com o cronograma da PPP.
Ainda de acordo com a prefeitura e a empresa, toda área externa do módulo receberá paisagismo e pavimentação.

“O que falta nas outras etapas são a construção dos módulos e a instalação das redes nos bairros que serão atendidos. Estão prontos os dois tanques de armazenamento de cloreto férrico e produtos químicos, cada um com capacidade de 60 mil litros para serem usados no tratamento do esgoto”, informou a prefeitura, acrescentando que o prédio de foi concluído com ultravioleta e dos sopradores.


ETE Centro
 – A prefeitura revela ainda que, embora a tecnologia seja a mesma da ETE Mutum, a ETE Centro se diferencia em alguns fatores, como a informatização, já que um operador atende à estação.

“O pré-tratamento também é diferente porque utiliza um único sistema que prevê a remoção de areia, gordura e sólidos com maior eficiência, sendo totalmente automatizado. Enquanto a ETE Mutum deságua o lodo com geobag e a ETE Centro através de centrífugas”, explica a prefeitura.
A prefeitura conta também que as elevatórias estão prontas e funcionando, e que a recuperação das ruas dos bairros que receberam as redes se encontra em fase final.
“A ETE Centro é automatizada com sistema de coleta e funcionamento das estações elevatórias e do módulo, controlados remotamente pela operação, por um sistema de monitoramento 24 horas, que verifica, em tempo real, toda e qualquer intercorrência, permitindo ajustes e reparações sem deslocar equipes, proporcionando maior segurança, produtividade e menor custo”, concluiu a prefeitura.

 

[Fonte: http://cliquediario.com.br]

O governo do Espírito Santo está trabalhando para estender a todo o estado a cobertura de saneamento básico por meio de parcerias público privadas (PPPs). “Saneamento é respeito ao meio ambiente, mas é saúde preventiva na veia”, disse hoje (15) ao portal da Associação Comercial do Rio de Janeiro, onde participou do Almoço do Empresário, o governador do Espírito Santo, Paulo Hartung.

O governo capixaba está reforçando o conceito de parcerias público privadas, que une investimentos privados e públicos, na área de saneamento disse Hartung, que acrescentou que a PPP vem sendo implantada há um ano com essa finalidade no município de Serra e a experiência foi um sucesso. “Estamos ampliando nesse município e vamos universalizar a coleta e o tratamento de esgoto”.

Hartung disse que será lançado um novo edital de PPP de saneamento para o município de Vila Velha dentro de 60 dias. A capital, Vitória, foi dotada de cobertura de coleta e tratamento de esgoto na gestão passada de Hartung. Em Vila Velha, o governador disse que serão mais de R$ 630 milhões de investimentos. Nós vamos constituir aproximadamente 600 quilômetros de rede coletora de esgoto”.

Fonte: Jornal Brasil em Folhas

Info

R. Alcides Simão Helou, 443 – CIVIT II – Serra – ES

  (27) 3038.4122

Orçamento

Faça sua solicitação de orçamento aqui.

  Clique Aqui

Área de Usuário

Folder Institucional

Faça o download do nosso folder aqui.

© 2016 Sanevix. Customização SZD

Search